EDUCAÇÃO

Municípios do Amapá recebem material didático regionalizado

Municípios do Amapá recebem material didático regionalizado

Conteúdos dos livros didáticos são produzidos por professores-autores das redes municipal e estadual de ensino

Compartilhe:

O Governo do Estado entregou na manhã de sexta-feira, 18, no Palácio do Setentrião, 75 mil kits pedagógicos destinados aos estudantes e professores do 1º ao 5º ano do ensino fundamental das redes municipal e estadual.

O evento reuniu professores, gestores escolares, secretários municipais de Educação e prefeitos para receber o material e repactuar a colaboração pela alfabetização na idade certa no Amapá. O governador Waldez Góes frisou que é importante o engajamento de todos com as ações do Programa Criança Alfabetizada, para a melhora da qualidade da educação e desenvolvimento humano no Amapá.

“Temos livros didáticos feitos por professores amapaenses, bolsas, formações, premiações e cota parte do ICMS. É importante ser mobilizador e engajador do programa. Participar da alfabetização das nossas crianças”, afirmou o governador.

REGIONALIDADE

Agora, as crianças amapaenses são alfabetizadas de acordo com a sua vivência, identidade cultural e regionalidade, pois os conteúdos dos livros didáticos são produzidos por professores-autores das redes municipal e estadual de ensino, selecionados e capacitados pela Associação Nova Escola, com apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seed).

O Programa Criança Alfabetizada dispõe do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Estado do Amapá (SisPAEAP) para verificar a qualidade da educação ofertada pelo estado e municípios.

Os estudantes matriculados no 2º ano do Ensino Fundamental fazem uma avaliação para aferir os conhecimentos relacionados aos procedimentos de leitura em língua portuguesa e as habilidades de matemática.

O prefeito de Santana, Bala Rocha, participou da solenidade e recebeu os kits destinados ao município. O material irá contemplar cerca de 310 professores e 5.967 estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental, onde cada aluno receberá quatro cadernos, correspondendo aos bimestres do ano letivo, assim como os professores poderão contar com material específico para ministrar suas aulas.

“Estamos abraçando o Criança Alfabetizada como se fosse nosso. As crianças têm acesso a muitos conteúdos globais, mas ainda falta ter conteúdo relacionado às coisas do Amapá, como nossa história, peculiaridades e nossa cultura, valorizando o que é nosso”, afirmou o prefeito.

O presidente da Associação dos Municípios do Estado do Amapá, prefeito Carlos Sampaio, destacou que a educação é a única arma que transforma vidas e a sociedade.

“Nós já trilhamos muitas coisas e agora estamos colhendo os frutos desse trabalho, como os livros didáticos. Só seremos bons se formos juntos. Vamos continuar unidos pela educação”, finalizou Sampaio.

Compartilhe: