HOMÔNIMO

PF diz que candidato preso após a prova do Enem não era foragido

PF diz que candidato preso após a prova do Enem não era foragido

Jovem foi levado para a Superintendência da Polícia Federal, em Macapá, antes de ser encaminhado ao Iapen

Compartilhe:

Nesta segunda-feira, 22, a Polícia Federal informou que o jovem de 18 anos, preso logo após deixar o local de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Santana, não era foragido da Justiça, como informou em nota emitida no domingo, 21.

Em novo comunicado emitido hoje, a PF informou que “havia recebido informações de que um indivíduo com dados pessoais idênticos (nome e sobrenome, nome da mãe e endereço residencial), ao de um foragido da Justiça, havia feito inscrição para participar da prova. Os policiais federais aguardaram o indivíduo realizar a prova normalmente e ao final do exame abordaram o homem. Porém, após colher o depoimento deste e novas averiguações detalhadas sobre ele, descobriu-se não se tratar da pessoa procurada pela Justiça”, diz a nota.

O jovem chegou a ser conduzido ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) e foi liberado após a confirmação de que ele não tinha nenhum mandado de prisão contra si.

Compartilhe: