ASSISTÊNCIA SOCIAL

Instituições de Santana, Macapá e Laranjal do Jari recebem R$ 7,4 milhões para manutenção

Instituições de Santana, Macapá e Laranjal do Jari recebem R$ 7,4 milhões para manutenção

Oito entidades receberam cartões magnéticos para a compra de alimentos

Compartilhe:

O Governo do Estado e a bancada federal do Amapá fizeram o repasse de R$ 7,4 milhões para instituições de acolhimento e proteção social que atuam em Macapá, Santana e Laranjal do Jari. A entrega ocorreu na sexta-feira, 12, em cerimônia realizada no Palácio do Setentrião.

Os recursos foram destinados ao Governo do Amapá pelos deputados federais Marcivânia Flexa e Camilo Capiberibe. Desse montante, R$ 5.004.351,79 foram destinados para compra de alimentos e R$ 2.427.795,20 serão utilizados para contratação de empresa especializada em desinfecção de ambientes e aquisição de kits socioassistenciais, material de higiene e limpeza, equipamentos de proteção individual (EPIs) e notebooks para os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) do Amapá.

O recurso é executado pela Secretaria de Estado de Inclusão e Mobilização (Sims). Segundo a titular da pasta, Albanize Colares, o apoio é voltado para as entidades que atendem idosos, pessoas com deficiência e mulheres vítimas de violência doméstica.

“Todos os municípios receberão EPIs contra a covid-19 e oito instituições receberam cartões magnéticos com os valores em créditos para comprarem os alimentos prioritariamente ricos em proteínas, conforme a legislação que regulamenta a execução da emenda”, explicou a secretária.

Os cartões magnéticos foram entregues ao Abrigo São José, Casa Abrigo Fátima Diniz, Casa de Acolhimento Marluza Araújo, em Macapá; Associação Casa da Hospitalidade, Associação Padre Luigi Brusadelle, Casa de Acolhida Marcelo Cândia – Lar Betânia, Abrigo Municipal de Santana, em Santana; e Casa de Acolhimento Jari, em Laranjal do Jari.

A cuidadora Luciana dos Santos, representante do abrigo Padre Luigi Brusadelli, destaca que o suporte será fundamental para a continuidade a assistência prestada para os 53 idosos que são atendidos pela instituição.

“Essa ajuda chegou em uma ótima hora. Estamos muito felizes, porque vai proporcionar o bem-estar dos nossos abrigados com um bom serviço e refeições de qualidade”, destacou.

Compartilhe: