DOIS QUILOS DE DROGAS APREENDIDOS

Recrutados pelo tráfico, suspeitos sem antecedentes criminais são presos

Recrutados pelo tráfico, suspeitos sem antecedentes criminais são presos

Drogas, munições de revólver calibre 38 e aproximadamente R$ 5 mil em dinheiro foram apreendidos

Compartilhe:

Em mais uma ação rápida e eficiente, a Polícia Militar do Amapá apreendeu cerca de dois quilos de drogas e prendeu duas pessoas por suspeita de envolvimento com o tráfico de entorpecentes. A ação ocorreu na madrugada desta sexta-feira, 5, em uma área de pontes do bairro Congós, zona sul de Macapá.

Durante patrulhamento na Avenida Comandante Marapani, uma equipe da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam) do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM se deparou com um grupo suspeito. Ao perceberem a viatura, os indivíduos fugiram para uma área de ponte e pularam no lago.

Foi feita a perseguição aos suspeitos e ao chegarem perto de uma residência que estava com a porta aberta, os policiais entraram no imóvel e encontraram Leonel Silva da Silva, 30 anos com drogas e produtos para embalagem do entorpecente.

Tenente Willian Leite afirmou que as facções criminosas estão recrutando pessoas sem antecedentes criminais para tentar afastar qualquer suspeita da polícia

“Esse primeiro suspeito que foi flagrado com o material entorpecente afirmou para a equipe da Rotam que apenas estava guardando a droga para um traficante conhecido como Louco. Esse é membro de uma facção criminosa e recruta pessoas para participar do tráfico”, afirmou o tenente William Leite, da Divisão de Relações Públicas e Imprensa do Bope.

Ainda de acordo com a PM, após ser flagrado com a droga, Leonel informou que na casa do vizinho, mais drogas estariam escondidas. Com autorização do proprietário, os policiais fizeram a busca na residência e encontram mais drogas, munições de revólver calibre 38 e aproximadamente R$ 5 mil em dinheiro.

Nessa casa, a equipe da Rotam prendeu Rafael da Silva Barbosa, 24 anos. Ao todo, foram apreendidos aproximadamente 2 quilos de drogas do tipo maconha. Ainda segundo o tenente William, nenhum dos suspeitos presos possui passagem pela polícia.

“O que chamou atenção nessa ocorrência, é que os dois homens não têm antecedentes criminais. Inclusive, possuem trabalho com carteira assinada. As facções criminosas estão recrutando essas pessoas para tentar afastar qualquer suspeita da polícia”, afirma o tenente.

Os dois suspeitos e o material apreendido foram apresentados no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval.

Compartilhe: