CHACAL AINDA TENTOU FUGIR

Assassino da ‘noite sangrenta’ é preso em Oiapoque

Assassino da ‘noite sangrenta’ é preso em Oiapoque

Chacal foi preso pela Polícia Civil em Oiapoque, após denúncia sobre a localização do criminoso

Compartilhe:

Emídio de Moraes Santana, 37 anos, conhecido como Chacal, estava sendo procurado pela Polícia Civil do Amapá desde setembro do ano passado, quando matou Wendel Saraiva Pinheiro, que tinha 29 anos. Nesse dia, o assassino ainda tentou executar duas pessoas que estavam com Wendel.

A morte de Wendel resultou em uma guerra entre facções criminosas rivais. Em menos de 24 horas, nove homicídios foram registrados no Amapá, devido esse confronto entre faccionados. O episódio ficou conhecido como noite sangrenta.

Nesta semana, a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Pessoa (Decipe) divulgou a imagem do Chacal para tentar obter informações sobre o paradeiro dele.

Após essa divulgação, a Polícia Civil recebeu a informação que Chacal estava escondido na cidade de Oiapoque e começou a fazer diligências no município. “Nesta quarta-feira, 24, descobrimos que ele estava trabalhando em um barco na orla da cidade. Quando avistou os policiais pulou no rio, e conseguiu escapar primeiramente. Em seguida, recebemos informações que ele estaria escondido na casa do irmão, que disse que o Chacal iria se entregar”, afirmou o delegado Bruno Almeida.

Depois de ser preso, Emídio, que estava com a prisão decretada, foi levado ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública da cidade de Oiapoque. Posteriormente será encaminhado ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

Compartilhe: