ELEIÇÕES 2020

Vereador mais votado da história de Santana, Zé Roberto volta a disputar vereança em 2020

Vereador mais votado da história de Santana, Zé Roberto volta a disputar vereança em 2020

Filiado ao PROS, Zé Roberto confirmou sua pré-candidatura a vereador em Santana

Compartilhe:

Vereador por dois mandatos e considerado um dos políticos mais experientes de Santana, o professor Zé Roberto (PROS) volta a disputar uma vaga na Câmara Municipal em 2020, após quatro anos afastado da política por questões familiares. Em 2012, última vez que concorreu nas eleições municipais, obteve 1.983 votos, se tornando o mais votado da história do município.

Nascido em Igarapé-Miri, no Pará, em 1974, Zé Roberto mudou-se para Santana dez anos depois, onde se enraizou e trilhou sua trajetória acadêmica, profissional e política. Ele é graduado em pedagogia, direito e filosofia; tem especialização em filosofia e ensino da filosofia e também em direito penal e criminologia. Em 2019, concluiu o mestrado em educação pela Universidade Federal do Amapá (Unifap).

No campo profissional, é professor concursado pelo Estado do Amapá desde 1996; pedagogo concursado pelo Município de Santana desde 2002; trabalhou como professor na rede estadual de educação e como pedagogo na rede municipal de ensino de Santana; foi monitor de “Telecurso 2000” na Escola Fundação Bradesco, professor na Faculdade ESTEFIB-STN; professor na Faculdade IESAP e na Universidade Federal do Amapá. Aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em 2019, também atua como advogado.

Zé Roberto tem uma longa trajetória política que o credencia a disputar as eleições municipais deste ano

Na política, Zé Roberto foi candidato a vereador pela primeira vez em 2004, quando recebeu uma expressiva votação de 657 votos, mas ficou como primeiro suplente. No mesmo ano, com a eleição de Antônio Nogueira (PT) para prefeito de Santana, foi convidado para o cargo de secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca. No mesmo mandato, deixou a pasta para assumir a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, onde permaneceu até 2008, quando foi novamente candidato a vereador, desta vez, eleito com 1.700 votos, o segundo mais votado naquela eleição.

Em 2011, licenciou-se do mandato de vereador para assumir a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR), onde permaneceu até a eleição de 2012, quando se desincompatibilizou para disputar a reeleição para vereador. Obteve 1.983 votos, tornando-se o mais votado da política santanense.

No ano de 2014, tentou uma vaga na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), quando recebeu 2.493 votos, que não foram suficientes para exercer o cargo de deputado estadual. Permaneceu vereador até 2016, quando, em agosto daquele ano, com o afastamento do presidente da Câmara Municipal de Santana, Doutor Fábio, assumiu a presidência da Casa até 31 de dezembro de 2016.

Mesmo sendo 2016 um ano de eleição, optou por não disputar, pois era preciso dar uma parada e reorganizar a vida. Agora, quatro anos depois, se reapresenta para o cenário eleitoral como pré-candidato a vereador, convicto que está mais preparado e que ainda tem muito a contribuir com a política de Santana e com ações que possam verdadeiramente melhorar a vida das pessoas.

Compartilhe: