Saúde

Santana registra dois casos de sarampo na mesma família

Santana registra dois casos de sarampo na mesma família

Vacinação é a única forma de prevenir contra o sarampo

Compartilhe:

Uma menina de dois anos de idade e uma adolescente de 17 anos foram diagnosticadas com sarampo no município de Santana. De acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) outros dois casos foram registrados na capital.

Os quatro casos foram confirmados no primeiro exame e na contraprova, realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). A SVS informou que os pacientes não haviam tomado a vacina para se prevenir da doença.

Em Macapá, dois irmãos, de cinco e nove anos de idade, residentes no bairro Pacoval, contraíram a doença. Já em Santana, a criança e adolescente moram na mesa casa, no bairro Central. “Os pacientes estão estáveis, com sintomas da doença e sendo tratados em casa, não precisaram ser internados, pois não tiveram agravamento dos sintomas”, afirmou João Farias, técnico da Unidade de Doenças Transmissíveis da SVS.

Imunização

A vacina contra o sarampo faz parte do calendário vacinal das crianças, ministrada aos 12 meses e 15 meses de idade. A tríplice viral, que previne também contra caxumba e rubéola, tem comprovação de altíssima eficiência, se ministrada de forma correta, em duas doses.

O Ministério da Saúde (MS) está em campanha de vacinação estendendo para pessoas de até 59 anos de idade em todo o país. No Amapá, a SVS elaborou estratégia diferenciada atuando dentro dos shoppings.

Qualquer pessoa até 59 anos que nunca tomou a vacina, que está com dose incompleta ou não se lembra, deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para atualizar a cobertura. Para isso, basta levar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), carteira de vacina (se houver) e documento de identidade para se vacinar.

Compartilhe:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.