Governo define esquema de segurança para o desfile do Bloco A Banda

Governo define esquema de segurança para o desfile do Bloco A Banda

Policiais militares estarão distribuídos ao longo do trajeto do bloco

Compartilhe:

O principal bloco de rua do Amapá deve reunir mais de 170 mil pessoas pelas ruas de Macapá nesta terça-feira de carnaval, 25. Para garantir a segurança dos foliões, o governo do Estado mobilizou 682 profissionais entre policiais civis e militares e bombeiros vão trabalhar durante o percurso.

A Polícia Militar vai atuar com 450 homens e mulheres no policiamento ostensivo do bloco, com apoio de 26 viaturas fazendo rondas no entorno do percurso. O Grupamento Tático Aéreo (GTA) fará sobrevoos sobre o trajeto.

No trânsito, equipes da Operação Lei Seca e dos batalhões de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e Policiamento de Trânsito (BPTran) farão barreiras nas proximidades para coibir acidentes.

Para acompanhar a movimentação do público, a PM terá o auxilio de videomonitoramento com dois ônibus equipados com câmeras.

“Caso os policiais percebam alguma situação suspeita nas câmeras, será feito contato com os as equipes estarão no patrulhamento a pé usando o sistema de radiocomunicação digital, que começou a ser utilizado no ano passado e melhorou a comunicação entre as equipes”, explicou o tenente Josiagab Oliveira, porta-voz da Polícia Militar.

Ao longo do trajeto, 150 bombeiros vão estar distribuídos como observadores de risco. A corporação ainda vai contar com 32 militares operando as ocorrências nas viaturas em pontos estratégicos. Seis veículos serão usados, incluindo viaturas de combate a incêndio, salvamento e ambulância.

Como o trajeto do bloco passará em frente à 6ª Delegacia de Polícia, localizada na Avenida Feliciano Coelho, no bairro do Trem, o prédio funcionará como Central de Flagrantes 24h na terça-feira de carnaval. 50 policiais estarão no percurso do bloco, com equipes caracterizadas e à paisana.

Compartilhe: