Sem resposta da PMS, moradores fazem mutirão para recuperar rua do Provedor I

  • Com material doado, moradores se uniram para tapar os buracos da Adálvaro Cavalcante
    Com material doado, moradores se uniram para tapar os buracos da Adálvaro Cavalcante
Cansamos de esperar. Tivemos reuniões, protocolamos documentos, pedimos apoio, e nada! —   Rhaulian Silva - presidente da Associação de Moradores

A situação precária de muitas ruas e avenidas de Santana tem deixado os milhares de moradores indignados. Uma das vias, principal acesso ao bairro Provedor I, ocasiona transtornos à população há anos, sem receber qualquer tipo de melhoria. Na Rua Adálvaro Cavalcente, são buracos que se tornaram verdadeiras crateras e que dificultam a passagem de pedestres, ciclistas e até veículos. Na tentativa de solucionar paliativamente a situação, neste sábado, 21, os moradores fizeram um mutirão para tapar os buracos no dos trechos mais problemáticos.

De acordo com a Associação de Moradores do Provedor I, foram vários os pedidos e solicitações de melhorias para a via, junto à Prefeitura Municipal de Santana (PMS). Mas, nenhum pedido teve sequer uma resposta. A situação começou a complicar em virtude dos casos de assaltos que têm ocorrido nos trechos de maior buraqueira. Bandidos aproveitam para roubar os moradores se aproveitando da dificuldade de trafegabilidade no local.

A Adálvaro Cavalcante é por onde passam diariamente centenas de pessoas que se deslocam para trabalhar, estudar e outros afazeres. O bairro Provedor I possui duas escolas e pais de alunos se sentem prejudicados em virtude do estado caótico, principalmente, quando chove. “Cansamos de esperar. Tivemos reuniões, protocolamos documentos, pedimos apoio, e nada! Com isso, não tivemos dúvidas, unimos as forças e conseguimos realizar o mutirão de tapa-buraco”, afirmou o presidente da Associação de Moradores Rhaulian Silva.

Os moradores conseguiram doção de areia, cimento, seixo e mão de obra para tapar os buracos maiores e que causavam maior problema.

“Está uma resposta à Prefeitura, já que não tivemos resposta das nossas solicitações. Uma prova que a população unida consegue dar resposta ao poder público”, concluiu Rhaulian Silva.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui