Santana será palco da terceira edição da Virada Afro Cultural

  • Evento será realizado pelo governo do Estado, Fundação Palmares e PMS
    Evento será realizado pelo governo do Estado, Fundação Palmares e PMS Márcio Pinheiro
Nesta edição do meio do ano, será a vez dos santanenses recepcionarem os que vierem de outras cidades do Amapá, participar deste movimento cultural.

A terceira edição da Virada Afro – Circuito Cultural Amapá Afro foi confirmada para o município de Santana. O evento está previsto para ocorrer nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho e será realizado pelo governo do Estado, Fundação Palmares e Prefeitura Municipal de Santana (PMS). A virada objetiva valorizar elementos da cultura negra amapaense, além de ofertar capacitações à população e fortalecer a economia local por meio do empreendedorismo.

Assim como nas edições anteriores, o evento contará com uma feira unindo cultura e comércio de produtos afro-étnicos em uma grande celebração. Haverá, também, shows com atrações artísticas locais e nacionais que celebrarão a cultura afro.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre governo amapaense, por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro), e Fundação Cultural Palmares, além do apoio da Prefeitura de Santana. Os recursos financeiros são provenientes de emenda do deputado federal Marcos Reátegui e contrapartida do governo do Estado.

O governador Waldez Góes informou que a intenção é expandir o evento – que ocorre duas vezes ao ano (em junho e dezembro) – para os demais municípios amapaenses. “Nesta edição do meio do ano, será a vez dos santanenses recepcionarem os que vierem de outras cidades do Amapá, participar deste movimento cultural. Vamos trabalhar para levar a música, a arte, a gastronomia, e empreendedorismo da cultura negra para outras regiões do Estado”, adiantou.

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira, lembrou que a Virada Afro já faz parte do calendário cultural do Amapá, sendo referência para outros Estados da Brasil. “A Virada é um sucesso no Amapá, onde foi nosso projeto piloto e já está servindo de referência para o restante do país com edições sendo realizadas em outros cinco estados brasileiros”, afirmou.

O prefeito de Santana, Ofirney Sadala, destacou que o município se sente privilegiado em receber um evento desse porte e inédito para a cidade. “Será a primeira vez que Santana deverá receber um evento dessa magnitude. Isso servirá para que a gente deixe de ver a cultura apenas como festa e crie a visão de que, cultura é uma forma de difusão de conhecimento histórico e movimentação econômica para o Estado”, ressaltou.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui