PM prende suspeitos de tentar executar homem no Conjunto São José, em Macapá

  • Três disparos foram efetuados, dos quais dois atingiram a vítima.
    Três disparos foram efetuados, dos quais dois atingiram a vítima. Foto - Danillo Borralho
  • Jardson algemado a Clélio. Eles são os principais suspeitos
    Jardson algemado a Clélio. Eles são os principais suspeitos Foto - Divulgação
Vítima pode ter sido baleada por engano. O verdadeiro alvo teria um carro de cor e modelo iguais ao da vítima

A Polícia Militar conseguiu localizar e prender três suspeitos de tentar executar um homem no Conjunto São José, no bairro Buritizal, em Macapá. A ação criminosa, ocorrida por volta de 14h20 desta quarta-feira, 14, foi toda filmada por câmeras de circuito interno instaladas nos blocos do conjunto habitacional.

As imagens ganharam as redes sociais rapidamente. Antes dos criminosos entrarem em cena é possível ver a vítima, o mecânico Mithil Costa Gonçalves, de 30 anos, entrar no seu carro, uma pick-up tipo saveiro, de cor branca, que estava estacionado na Avenida Caramuru, uma das vias laterais do conjunto. Em seguida, outras duas mulheres entram no veículo, é neste momento que dois homens em uma motocicleta, de cor branca, se aproximam e um deles atira contra o motorista. Na sequência, fogem. 

Três disparos foram efetuados, dos quais dois atingiram a vítima. Nenhuma das mulheres que aparecem nas imagens, nem a filha de Mithil, uma menina, que aguardava dentro do carro, foram feridas. O mecânico foi levado para o Hospital de Emergências (HE), onde passou por duas cirurgias, para retirada dos projeteis, que acertaram o tórax e o braço esquerdo, e para fixação do úmero, osso que foi fraturado por um dos disparos. Ele não corre risco de morte.

Uma hora depois do crime, Jardson Barbosa de Moraes, de 18 anos, Clélio da Silva Ribeiro, de 23 anos, e Jhonatan da Silva, 24 anos, foram cercados por uma equipe do 6º Batalhão em uma casa em uma área de ponte, localizada no bairro Jesus de Nazaré, próximo ao Aeroporto Alberto Alcolumbre.

Uma pistola de calibre ponto 40 – armamento de uso restrito das forças policiais e do Exército – foi apreendida com os suspeitos. Uma moto de cor branca, idêntica à que aparece nas imagens também estava com eles. Para a polícia, Jardson foi quem efetuou os disparos, enquanto Clélio conduzia a motocicleta. Até o fechamento desta matéria, a polícia ainda não havia confirmado qual o envolvimento de Johnatan.

Por fotos tiradas pela polícia, testemunhas reconheceram os capacetes e motocicleta que estavam com os suspeitos presos pela PM. A arma e as outras provas foram entregues à Polícia Civil.

Durante a ocorrência levantou-se a hipótese de que os criminosos confundiram Mithil com outro homem, que seria morador do Conjunto São José e teria um carro de cor e modelo iguais ao da vítima. Os suspeitos não confirmaram a informação.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui