Grupo Madre Tereza Amapá esclarece boato veiculado na internet

  • Grupo Madre Tereza emitiu nota para esclarecer o episódio propagado na web
    Grupo Madre Tereza emitiu nota para esclarecer o episódio propagado na web
Essa ocorrência não tem nada a ver com as escolas administradas pelo Grupo Madre Tereza, no Amapá —   Felipe Borges - diretor da Escola Madre Tereza

Nesta quinta-feira, 22, após intensa repercussão sobre a morte de um homem ocorrida dentro de prédio de uma escola, o Grupo Madre Tereza divulgou nota, esclarecendo que o episódio não tem nada a ver com a Escola Madre Tereza Macapá-AP, conforme divulgado em rede social. O diretor da Escola MT-MCP, Felipe Borges, informa que tudo não passa de uma desinformação disseminada com irresponsabilidade.

“Primeiramente, sentimos muito pelo que aconteceu com este senhor que aparece no vídeo. Essa situação ocorreu em outra escola que tem o nome de Madre Teresa, grafado com a letra ‘S’. Não sabemos ao certo em qual Estado essa outra instituição é instalada, mas queremos esclarecer que essa ocorrência não tem nada a ver com as escolas administradas pelo Grupo Madre Tereza, no Amapá", esclareceu Felipe Borges.

Os perigos da internet

Para o jornalista Gilberto Pimentel, que possui 18 anos de experiência na área, com passagem por diversos veículos de comunicação, a disseminação de informações distorcidas pode causar grandes transtornos para a sociedade. Em tempos de internet, uma notícia falsa, rapidamente é propagada nas redes sociais, prejudicando a imagem de uma pessoa ou de uma empresa.

“É importante que as informações sejam checadas, antes de serem compartilhadas. Verificar se veículos de comunicação com credibilidade deram aquela notícia. Do contrário, você pode estar compartilhando uma notícia falsa", alertou o jornalista.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui