Terreno está liberado para construção da nova penitenciária estadual do Amapá

  • Atual sistema prisional está saturado
    Atual sistema prisional está saturado Foto - Erich Macias
O espaço fica localizado no Km-17 da BR-210. Com a liberação, as obras podem começar no início de 2018

O Amapá deu um passo importante para aumentar a capacidade do seu saturado sistema prisional. Depois de várias articulações políticas em Brasília, o senador amapaense Davi Alcolumbre (DEM-AP) conseguiu a liberação da área que vai abrigar a nova penitenciária estadual do Amapá, que terá 990 vagas, apenas para presos homens, em regime fechado.

A novidade foi confirmada no início desta semana, após reunião do senador com o secretário de Patrimônio da União, do ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Sidrack Correia Neto (SPU).

Com 12,22 hectares, a área está localizada na rodovia BR-210, no Km-17. Com a liberação do terreno, as obras podem começar no início de 2018. O novo presídio deverá quase dobrar a capacidade carcerária do sistema prisional amapaense, já que o Instituto de Administração Penitenciária – maior cadeia pública do Estado – tem porte para 900 detentos, mas atualmente abriga mais de 1 mil presos em regime fechado.

Os recursos para a construção do novo complexo são do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), que tem reservado ao Amapá R$ 44, 8 milhões para investimentos no sistema prisional.

A liberação do terreno, consolidada na portaria n° 261, de 26 de dezembro de 2017, foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 27.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui