Waldez e Marcivânia garantem construção de passarelas em Santana

  • Waldez e Marcivânia explicaram à população a execução do projeto das passarelas
    Waldez e Marcivânia explicaram à população a execução do projeto das passarelas Ascom/GEA
Obras serão executadas pelo Estado, com recursos de emenda parlamentar da deputada federal

O governador Waldez Góes e a deputada federal Marcivânia Flexa visitaram e levaram boas notícias ao município de Santana. Nesta sexta-feira, 1, eles percorreram trechos onde o governo vai executar a construção de passarelas de concreto em áreas de ponte com recursos de emenda parlamentar da deputada. Além da substituição por concreto, alguns trechos serão reformados em madeira.

As obras, que serão executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinf), compreendem 3.983 km de passarelas nos bairros Paraíso, Nova Brasília e Fonte Nova. O valor do recurso é de R$ 1,8 milhão.

Além de trazer melhorias na locomoção dos moradores, a obra trará geração de emprego e renda à população. A empresa responsável pela empreendido contratará, até o fim das obras, cerca de 30 pessoas que vivem no local.

Conceição Santos, 45, foi contratada como vigilante dos galpões da empresa, ela conta que a oportunidade surgiu em um momento difícil, em que ela e o marido estavam desempregados. Mãe de quatro filhos, ela ressalta que graças ao emprego ela terá um final de ano financeiramente mais tranquilo. “É uma grande ajuda para nossa família, estamos muito felizes”, afirmou.

De acordo com o cronograma, os trabalhos irão começar com a construção de uma passarela de concreto na Rua 15 de novembro, bairro Fonte Nova. O governador e a deputada estiveram no local para conversar com a população e explicaram que a passarela substituirá a ponte de madeira existente beneficiando as cerca de 150 famílias que vivem na região, uma vez que se trata de um material mais resistente. 

“Estamos aqui para dar início às obras da passarela e explicar como acontecerá sua execução. É importante frisar que a comunidade poderá acompanhar toda o desenvolvimento do serviço”, destacou o governador. Segundo ele, além da construção da passarela, os trechos da rua 15 de novembro e da travessa L7, que dão acesso à ponte, serão pavimentados com recursos do governo estadual.

Já os trechos que ligam as casas dos moradores à ponte passarão por reformas. De acordo com o secretário de Infraestrutura, João Henrique Pimentel, a previsão é que em cinco meses os serviços sejam concluídos. 

A empreendedora Alice Amaral possui um pequeno salão de beleza na área onde vive há dez anos. “Para nós, este momento representa uma conquista. Vai facilitar nossa vida, beneficiará principalmente as crianças que precisam ir à escola. Sou comerciante e acredito que obra vai atrair mais clientes”, frisou Alice que vive com o marido e dois filhos.

O jovem Rogério Melo, 28, é cadeirante. Ele já deixou de sair de casa algumas vezes por dificuldades em se locomover pela passarela de madeira e acredita que a ponte de concreto trará melhorias no cotidiano de deficientes físicos que moram na área. “Vou poder sair de casa sem precisar da ajuda de ninguém, porque uma ponte de concreta representa maior segurança”, afirmou Melo.

Ao final da obra, os galpões serão cedidos à população que poderá utilizá-los para a realização de projetos sociais.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui