Projeto sobre áreas de ressaca ganha etapa estadual do Prêmio Professores do Brasil

  • Atividades foram realizadas dentro e fora da sala de aula
    Atividades foram realizadas dentro e fora da sala de aula
Estivemos em áreas de ressaca onde os alunos puderam observar e retirarem de lá seus textos e fotografias para a exposição. —   Carla Nobre - professora e poeta

Pensando no desenvolvimento da consciência ambiental de seus alunos, a professora Carla Nobre, da Escola Estadual Mário Quirino, em Macapá, desenvolveu durante o bimestre o trabalho “Áreas de ressaca: águas cheias de vida”, juntando o ensino da língua portuguesa com a educação ambiental. O projeto foi inscrito no Prêmio Professores do Brasil, e selecionado na etapa estadual na categoria Ensino Fundamental, do 6º ao 9º ano.

A turma escolhida para o trabalho foi a 812, onde dos 25 alunos, 15 são moradores de áreas de ressaca. Uma maneira também de trazer o olhar dos estudantes para o local onde vivem, através de variadas experiências de leitura e produção de textos, e tendo como resultado uma exposição fotopoética composta de 25 fotografias e nove sonetos.           

De acordo com Carla Nobre, o trabalho alcançou o resultado esperado com os alunos. “Estivemos em áreas de ressaca onde os alunos puderam observar e retirarem de lá seus textos e fotografias para a exposição, e dentro da sala de aula realizamos debates onde pude observar o entusiasmo dos alunos para mudanças de atitudes em relação ao futuro das áreas de ressaca da nossa cidade”, destaca Carla.

A professora, que também é poeta, espera que com essa conquista dos estudantes os olhares do poder público sejam mais atentos para a escola. "A Mário Quirino está há oito anos com uma obra interminável, vivemos diariamente com os problemas infraestruturais e até de segurança, mas temos vários professores entusiasmados e competentes que realizam seu trabalho diário com dificuldade, mas buscando o melhor para o aluno", reclama a professora.

A próxima etapa do prêmio será a regional, onde 30 projetos de todo o Brasil devem ser selecionados. O Prêmio Professores do Brasil é organizado pelo Ministério da Educação e está dividido nas categorias: Educação Infantil: Creche; Educação Infantil: Pré-escola; Ensino Fundamental: Anos Iniciais - Ciclo de alfabetização: 1º, 2º e 3º anos; Ensino Fundamental: Anos Iniciais: 4º e 5º anos; Ensino Fundamental: Anos Finais: 6º a 9º anos e Ensino Médio.

O projeto contou com apoio da Secretaria Estado do Meio Ambiente (Sema), com palestras, e do curso de Engenharia Ambiental da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).

 Abaixo, um dos poemas feitos pelos alunos e que faz parte do projeto:

 

REALIDADE

Do Rio Amazonas aos canais

Águas cheias de vidas

Onde vivem tantos animais

Mesmo assim são invadidas

 

Áreas de ressaca

Estão sendo desvalorizadas

Pelo governo da cidade

Com os aterros estão ficando alagados

 

Onde se via até flores

Hoje muito desmatamento

E quase circo dos horrores

 

Essa e nossa realidade

Muitos problemas nas pontes

Da nossa cidade

(Alunos: Marcos Bruno, Willian Marcos e Ernando Guilherme)

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui