Operação Grifo devolve tranquilidade aos santanenses

  • Em pontos estratégicos, a operação fez 265 abordagens
    Em pontos estratégicos, a operação fez 265 abordagens Foto – 4º Batalhão
img
Elder de Abreu
REPÓRTER E EDITOR
Ação que envolveu quatro Batalhões da PM foi denominada de Operação Grifo.

Após várias semanas assolada por uma onda de violência, a segunda maior cidade do Estado, Santana, experimentou novamente um fim de semana tranquilo. Tomado por militares de quatro batalhões, que formaram um contingente denominado Força Tática, o município de Santana não registrou nenhuma ocorrência relacionada a crimes violentos desde a noite de sexta-feira, 22, até a manhã desta segunda-feira, 25.

Denominada Operação Grifo – nome escolhido em alusão à figura mitológica com corpo de leão, cabeça e asas de águia, conhecida por sua força e agilidade – a ação policial uniu militares dos Batalhões de Operações Especiais (Bope), de Rádiopatrulhamento Motorizado (BRPM), do 4º Batalhão de Santana, e do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), que montou bloqueios nas entradas terrestres da cidade.

A ocupação de pontos estratégicos e as incursões em locais previamente mapeados e monitorados pelo Serviço de Inteligência resultaram em 265 abordagens, com 22 conduções de pessoas às delegacias, e 185 veículos revistados, com 12 deles apreendidos. Um homem que estava foragido terminou sendo preso. A polícia também resgatou uma criança de 2 anos que estava em situação de risco em uma cracolândia, cercada por viciados. O bebê foi entregue ao Conselho Tutelar de Santana. Nenhum acidente de trânsito foi registrado.

O comandante do 4º Batalhão, tenente-coronel Aldinei Almeida, afirmou que o principal objetivo foi cumprido. “Conseguimos conter o aumento da criminalidade, zeramos as ocorrências de criminalidade. Não tivemos nenhum homicídio, nenhuma ocorrência com grave ameaça à vida. E conseguimos o principal, que é devolver a sensação de tranquilidade à sociedade santanense”, avaliou o comandante do 4º Batalhão.

A Operação Grifo foi planejada para conter o avanço dos índices de homicídio em Santana e acabar com a sensação de insegurança, causada pela onda de assaltos, homicídios e pelos recentes ataques recentes às forças de segurança pública.

1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

1 Comentários

  •  
    pedro

    28/09/2017 às 10:26h

    esta operação deve ser estendida para o distrito da ilha de santana onde a violência vem aumentando muito, são roubos, invasões a residencias e a venda de drogas, o comando da policia de santana deve manter estas ações.

Anuncie Aqui