Fest Jeep eleva adrenalina no meio do mundo

  • Jipeiros disputam as provas no circuito montado próximo ao Monumento Marco Zero
    Jipeiros disputam as provas no circuito montado próximo ao Monumento Marco Zero - Paulo Leal
img
Jonhwene Silva
Editor de esportes
As provas prosseguem até o domingo, 24, e serão disputadas nas categorias Indoor 4x4, regularidade de carro e moto e off-road.

Quem esteve presente ao primeiro dia de competições da 9ª edição do Fest Jeep, certamente, não ficou decepcionado. Os pilotos levarão muita emoção e adrenalina à pista montada na linha imaginaria do Equador, que divide o mundo nos hemisférios norte e sul. Os jipeiros não economizaram aceleração nas disputas e levantaram a poeira pista.

O Fest Jeep deste ano veio com muitas novidades. Uma delas é a participação de equipes de ciclistas que vão percorrer os mais 560 metros da pista com um traçado ousado e perigoso. Além disso, os pilotos de motocross também tiveram espaço e aceleraram forte. O motorista Aldair Cardoso gostou do que viu. “Muito interessante. Eles aceleram mesmo e não têm medo de cair. Muito bacana”, descreveu.

Outra novidade foi a apresentação de quadriciclos e também dos chamados “carros-gaiola”, modelo de veículo montado exclusivamente para provas na lama e com relevo de difícil acesso.  No Fest Jeep seis competidores estão em busca do título. André Souza afirmou que nesta categoria os pilotos estão investindo cada vez mais. “Não tá fácil e os ‘caras’ vieram fortes este ano. Tem carro-gaiola que eles estão até turbinando. Isso é uma prova que está crescendo e tenho certeza que vai se tornar uma grande categoria”, assegurou.

As provas prosseguem até o domingo, 24, e serão disputadas nas categorias Indoor 4x4, regularidade de carro e moto e off-road (realizada fora da estrada). De acordo com a presidente do Jeep Clube do Amapá, Perpétua Mourão, a entidade tem buscado se consolidar um dos principais eventos do estado, mas sem perder a preocupação com social. “Os ingressos para o acesso às arquibancadas são alimentos não perecíveis e que serão doados à Apae de Laranjal do Jari. Além disso, temos durante o ano todo, inúmeras outras ações sociais. Uma prova da nossa responsabilidade e preocupação com o próximo”, finalizou.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui