“Ele mexeu com minha garota”, diz assassino confesso no Fonte Nova

  • Alander Almeida e Souza foi assassinado em uma área de ponte, no bairro Fonte Nova
    Alander Almeida e Souza foi assassinado em uma área de ponte, no bairro Fonte Nova - Gilberto Pimentel
  • Renatinho confessou ter assassinado Alander com mais de 15 facadas
    Renatinho confessou ter assassinado Alander com mais de 15 facadas - Danillo Borralho
  • Acusados foram presos menos de três horas após o crime e levados à Central de Flagrantes
    Acusados foram presos menos de três horas após o crime e levados à Central de Flagrantes - Gilberto Pimentel
ele levantou e ainda me deu um tapão na cara. Eu fui lá e cobrei. —   Renato Ladislau Quintela - assassino confesso

Renato Ladislau Quintela, de 20 anos, o “Renatinho”, foi preso na manhã deste sábado, 9, depois de matar a facadas um rapaz em Santana. Na delegacia, Renatinho confessou o crime e disse que o motivo foi porque a vítima, Alander Almeida e Souza, de 21 anos, teria “mexido com a garota” dele.

O crime aconteceu por volta de 6h deste sábado, numa área de ponte, no fim da Avenida 15 de Novembro, bairro Fonte Nova. Segundo informações do próprio assassino, ele, a namorada e outros amigos, bebiam na frente de uma casa. Alander teria chegado e mexido com a namorada dele. A moça o teria ignorado. Chateado com o “fora”, segundo o autor das facadas, Alander jogou um copo de bebida no rosto de Renatinho e da namorada, que estava sentada na perna dele. “Depois disso, ele levantou e ainda me deu um tapão na cara. Eu fui lá e ‘cobrei’”, confessou. A “cobrança” foi feita com mais de 15 facadas, segundo constataram os peritos da Polícia Técnico-Científica (Politec).

A Polícia Militar agiu rápido e menos de três horas depois do crime, conseguiu prender Renatinho (foto acima) e outro suspeito: Danilo Santos dos Santos, 21 anos, que negou participação no assassinato. A equipe do 4º Batalhão soube que os assassinos se preparavam pra fugir e decidiu usar um táxi para surpreender os suspeitos. Ao perceberam a aproximação dos policiais, cinco correram para uma área de mata e dois foram capturados.

Eles foram apresentados na Central de Flagrantes do Igarapé da Fortaleza e, após a audiência de custódia, deverão ser encaminhados para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Renatinho assumiu o crime sozinho, mas a polícia acredita que há envolvimento de outras pessoas. “Ele disse que o envolvimento era somente com ele, mas é possível que outros tenham participado desse crime. O laudo da Politec e o trabalho de investigação da Polícia Civil vão confirmar isso”, disse o tenente Fábio Carvalho, da Divisão de Relações Públicas e Imprensa do 4º Batalhão da PM.

OUTRA MORTE – Por volta de 00h30 deste sábado, mais um homicídio foi registrado em Santana. Oziel da Silva Costa Ramos, de 22 anos, levou um tiro nas nádegas e morreu. Segundo informações da polícia, dois homens se aproximaram da vítima em uma motocicleta e começaram a atirar. O crime aconteceu no bairro Vila Amazonas. Oziel chegou a ser levado para o Pronto Socorro da cidade, mas não resistiu. Com isso, subiu para 16 o número de homicídios no Amapá neste mês de setembro.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui