Patati morre em troca de tiros com a polícia

  • Menor era conhecido pela violência de seus atos e pelo histórico de atos infracionais
    Menor era conhecido pela violência de seus atos e pelo histórico de atos infracionais - Divulgação
Era tão audacioso que não pensou duas vezes em atirar contra a polícia, que não teve outra alternativa a não ser responder à altura. —   Angelo Silva - sargento da Polícia Militar

Prestes a completar 18 anos e com uma extensa ficha de atos infracionais, um menor, conhecido como “Patati”, morreu na noite desta quinta-feira, 10, depois de uma troca de tiros com policias militares do 4º Batalhão, em Santana. Segundo a PM, o adolescente estava armado e se preparava para assaltar uma embarcação no Porto Souzamar, Área Portuária, quando foi denunciado.

Ao chegarem a local, os policiais localizaram Patati e deram ordens para que o mesmo parasse para ser abordado. Ele não acatou e ainda atirou contra os militares, que revidaram. Após a troca de tiros, o adolescente foi socorrido pela própria polícia e levado ao Pronto Socorro de Santana, mas não resistiu aos ferimentos.

Um dos casos em que Patati se envolveu foi um ato infracional equivalente a assalto, quando esfaqueou um estudante da Escola Estadual Almirante Barroso. No mês passado, foi apreendido pela Polícia Militar depois de ser abordado na Rua Cláudio Lúcio Monteiro, com um revólver e uma faca. Na época, disse que as armas seriam “para se defender”.

Nas redes sociais, a população demonstrou alívio ao saber do desfecho da ocorrência, pois agora, os moradores se sentirão mais seguros, principalmente da Área Portuária, onde Patati morava. “Ele era conhecido pela violência dos seus atos. Praticava vários atos infracionais num mesmo dia. Fizemos a apreensão dele várias vezes. Mesmo assim, ele continuou no mundo da criminalidade. Era tão audacioso que não pensou duas vezes em atirar contra a polícia, que não teve outra alternativa a não ser responder à altura”, disse o sargento Angelo Silva, da Divisão de Relações Públicas e Imprensa do 4º Batalhão da PM.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui