Senadores articulam renegociação de dívida da Jari Celulose para retomada de empregos

  • Senadores reuniram com a direção do BNDES em busca de solução para a empresa e trabalhadores
    Senadores reuniram com a direção do BNDES em busca de solução para a empresa e trabalhadores - Divulgação
Nós temos dois compromissos firmados a partir de agora, um é do presidente do BNDES favorável à renegociação do parcelamento da dívida da Jari e o outro, do presidente da empresa, de que os trabalhadores que foram demitidos serão recontratados por uma nova empresa. —   Davi Alcolumbre - senador pelo Amapá

Os senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Randolfe Rodrigues (REDE-AP) estiveram na tarde desta quarta-feira, 05, na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), em audiência com o presidente da instituição, Paulo Rabelo. Na pauta de discussão estava a situação da empresa Jari Celulose, instalada no Sul do Amapá.

Desde que paralisou as atividades, entre 2013 e 2014, a Jari vem enfrentando problemas para se reerguer. No dia 27 de abril deste ano, houve a explosão de uma caldeira, o que segundo a direção da empresa, fez com que a Jari ficasse com a produção paralisada por 50 dias, não conseguindo efetuar os pagamentos de empréstimos feitos junto ao BNDES. Nesse mesmo período, o banco executou a dívida deixando a situação ainda mais complicada.

No mês de maio, a direção da Jari rescindiu o contrato que tinha com a empresa NDR Agro Florestal, com isso 468 trabalhadores que prestavam serviços para a terceirizada foram demitidos, sem, ao menos, terem recebidos seus direitos trabalhistas.

O impacto econômico e social negativo com essas demissões e a situação da empresa tem mobilizado os senadores Davi e Randolfe para uma agenda frequente junto ao agente financeiro na busca por uma solução. Segundo o presidente do BNDES, Paulo Rabelo, ainda esta semana, a direção da Jari vai ser chamada para uma reunião. “Durante esse encontro nós vamos discutir a renegociação do parcelamento da dívida”, informou.

Davi Alcolumbre saiu satisfeito da reunião. “Nós temos dois compromissos firmados a partir de agora, um é do presidente do BNDES favorável à renegociação do parcelamento da dívida da Jari e o outro, do presidente da empresa, de que os trabalhadores que foram demitidos serão recontratados por uma nova empresa”, anunciou o senador.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui