Santos-AP goleia o Remo e faz história na Copa Verde

  • Santos-AP fez valer o mando de campo e goleou o Remo no estádio Zerão
    Santos-AP fez valer o mando de campo e goleou o Remo no estádio Zerão - Erich Macias
  • Batata comemora o gol de falta, o último na goleada sobre o Remo
    Batata comemora o gol de falta, o último na goleada sobre o Remo - Erich Macias
img
Gilberto Pimentel
editor-executivo
Depois da derrota fora, o Santos-AP precisava de uma vitória simples para avançar na competição. Ao Leão, um empate era suficiente, por isso, o time entrou com um esquema mais defensivo.

A noite de 3 de abril de 2017 entrou para a história do futebol amapaense. Pela primeira vez, um clube local chegou às semifinais da Copa Verde. O feito veio após uma goleada do Santos-AP por 3 a 0 sobre o Clube do Remo-PA, no Estádio Olímpico Zerão, em que o Peixe da Amazônia tinha a obrigação de vencer depois de perder, em Belém, por 2 a 1.

Depois da derrota fora, o Santos-AP precisava de uma vitória simples para avançar na competição. Ao Leão, um empate era suficiente, por isso, o time entrou com um esquema mais defensivo. Mesmo assim, foi do visitante a primeira jogada de perigo. O atacante Gabriel Lima recebeu na entrada da área e chutou cruzado, mas o goleiro Axel fechou bem o ângulo e fez a defesa.

O alvinegro amapaense sentiu um pouco de dificuldade para trabalhar a bola e tentava a ligação direta, sempre começando com Balão Marabá. E foi assim que o Peixe começou a escrever o nome na história da competição. O camisa 7 lançou o atacante Fabinho, que ganhou na corrida do zagueiro e tocou por cobertura, na saída do goleiro André Luís. Santos 1 a 0.

Ainda no primeiro tempo, Gabriel Lima teve mais uma boa chance de gol, depois de uma trapalhada da defesa santista. Só que o atacante paraense chutou pra cima e perdeu a oportunidade de empatar o placar.

Na volta do intervalo, assim como aconteceu na primeira partida, o Remo foi pra cima, em busca de um gol que lhe garantiria a classificação. Mais uma vez, o setor defensivo do Peixe, com o volante Lessandro, os zagueiros Dedé e Jari, e o goleiro Axel, demostrou solidez, apesar de o arqueiro amapaense ter dado um susto na torcida ao sair jogando errado numa cobrança de tiro de meta, que Gabriel Lima, mais uma vez desperdiçou.

André Luís também teve que fazer uma boa defesa no chute cruzado do atacante Luciano, no início da etapa final. O jogo ficou aberto com o Remo pressionando o Santos, que tentava encaixar um contra-ataque.

Aos 30 minutos, depois do passe da direita, Denilson, que entrou durante o jogo, teve a boa atuação premiada com o gol. Apenas tocou no contrapé do goleiro paraense, ampliando a vantagem para o Peixe.

O Leão passou a precisar de dois gols para se classificar. Se fizesse pelo menos um, levaria a decisão para os pênaltis. Gabriel Lima, em cobrança de escanteio, mandou no travessão. Mas quem balançou as redes mais uma vez foi o time amapaense. Aos 40 minutos, Batata cobrou falta com perfeição, sobre a barreira, no ângulo direito de André Luís, que nada pôde fazer, e decretou a vitória santista. Final Santos-AP 3 x 0 Remo-PA. Com a classificação inédita, a equipe amapaense vai enfrentar nas semifinais o classificado de Paysandu-PA x Águia-PA.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui