Empresários pedem apoio de Marilia Góes para fortalecer o comércio amapaense

  • Deputada Marilia se comprometeu em buscar soluções para as demandas recebidas
    Deputada Marilia se comprometeu em buscar soluções para as demandas recebidas - Ruan Alves
img
Raquel Coutinho
Repórter e editora
Nós, como parlamentar, temos o compromisso de ajudar no desenvolvimento econômico do nosso estado. —   Marilia Góes - deputada estadual

Representantes dos sindicatos de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Amapá (Sindbar) e O Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado do Amapá (Sindifarma) estiveram reunidos com a deputada estadual Marilia Góes (PDT), na tarde desta terça-feira, 31/01. Em pauta, algumas reivindicações dos setores para melhorar o atendimento à população e gerar mais empregos diretos.
Segundo presidente do Sindibar, Gilmar Marra, hoje, no setor de bares e restaurantes, uma das grandes dificuldades é o horário de funcionamento estipulado pela Justiça. “Temos que ter um projeto de lei que deixe livre o horário de funcionamento dos bares, só assim será possível garantir que os empresários possam garantir emprego de centenas de funcionários”, comentou.
Já no setor de farmácias, é a quantidade de farmacêuticos que não supre a demanda. Em todo o estado são 254 estabelecimentos, 117 só em Macapá, e pouco mais de 120 profissionais que podem realizar o serviço, e que não têm vínculos com o governo ou prefeitura. Para Valdenes de Oliveira, 1º vice presidente do Sindifarma, essa reunião com a deputada Marilia vai possibilitar a criação de leis que vão melhorar as condições de trabalho e isso vai gerar mais desenvolvimento para o setor.
“Tenho certeza que, com esse encontro com a doutora Marilia, nós teremos voz dentro do parlamento; saí satisfeito com a reunião, porque sei do comprometimento dela com o desenvolvimento do Amapá”, disse o empresário.
A deputada Marilia se comprometeu em verificar as reivindicações e estudar a melhor forma para pôr em prática as melhorias que os empresários solicitaram para cada setor.
“O próximo passo é estudar cada caso. Vamos buscar uma agenda junto ao governo do estado para que a classe do comércio seja ouvida. Nós, como parlamentar, temos o compromisso de ajudar no desenvolvimento econômico do nosso estado”, enfatizou a parlamentar.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui