Governo federal retoma obras no trecho norte da BR-156

  • Ministro dos Transportes e autoridades políticas estiveram no trecho em obras, nesta segunda-feira, 7
    Ministro dos Transportes e autoridades políticas estiveram no trecho em obras, nesta segunda-feira, 7
A construção da rodovia federal, que corta o Amapá de Laranjal do Jari a Oiapoque, é considerada a obra mais antiga do país.

A pavimentação da BR-156, no Amapá, foi retomada nesta segunda-feira, 7, pelo governo federal. O trecho em obras fica entre os municípios de Calçoene e Oiapoque e deve ser concluído até 2022, segundo o ministro dos Transporte, Tarcísio de Freitas, que esteve na região, acompanhado do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, do governador do Amapá, Waldez Góes, e outras autoridades.

A construção da rodovia federal, que corta o Amapá de Laranjal do Jari a Oiapoque, é considerada a obra mais antiga do país, iniciada há mais de 40 anos e estava paralisada. Uma emenda da bancada amapaense ao Orçamento da União permitiu que R$ 30 milhões fossem liberados no início deste ano. Segundo o Ministério dos Transportes, até o final deste mês outros R$ 20 milhões devem ser autorizados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). O pedido já foi encaminhado ao Ministério da Economia.

“A presença do nosso governador, dos deputados estaduais e federais, e dos nossos senadores, acompanhando o ministro Tarcísio, ‘in loco’, no dia de hoje, é a maior prova de união que a gente poderia demonstrar ao povo Amapá. É a união do governo estadual, federal e dos nossos representantes legislativos em torno de uma só causa”, ressaltou o presidente do Senado.

No trecho norte da rodovia, pouco mais de 100 quilômetros, entre Calçoene e Oiapoque, estão sem pavimentação, o que provoca transtornos para quem trafega pela 156. O governador Waldez Góes lembrou que, em 2003, no primeiro mandato, o Estado foi responsável pela obra até Calçoene. Agora, com a união de esforços, a conclusão vai contribuir para o desenvolvimento econômico do Amapá.

“A BR-156 vai mudar a realidade da população do Oiapoque, além de gerar mais emprego e renda para nossa região. É, sem dúvida, uma das obras mais importantes para o processo de desenvolvimento socioeconômico do Amapá e para a integração do Brasil com a União Europeia”, frisou Góes.

O ministro Tarcísio de Freitas reconheceu o esforço das lideranças políticas o Amapá para que a obra fosse retomada e reafirmou o empenho do governo federal em concluir a construção da BR-156.

A determinação do presidente Jair Bolsonaro é retomar as obras paralisadas. Agradeço ao empenho da bancada federal do Amapá, que vem nos brindando com os recursos necessários para retomar e concluir essa obra. O planejamento está bem feito, vamos dar prosseguimento e, no final de 2022, nós teremos todo o trecho entre Macapá e Oiapoque totalmente concluído”, afirmou o ministro.

Além do ministro Tarcísio, do governador Waldez e do senador Davi, estiveram presentes o diretor-geral do DNIT, José da Silva Tiago, e os deputados federais Acácio Favacho (PROS), André Abdon (PP) e Luiz Carlos (PSDB).

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários