Projeto do Samu atende mais de 1100 estudantes em 20 escolas de Santana

  • Projeto já percorreu 20 instituições de ensino no primeiro semestre de 2019
    Projeto já percorreu 20 instituições de ensino no primeiro semestre de 2019
Voluntários ensinam técnicas de primeiros socorros e orientam sobre os trotes

O Projeto Samu nas Escolas em Santana encerrou as atividades do primeiro semestre de 2019 depois de passar por 20 instituições de ensino. 1.152 estudantes e 158 cuidadores e professores foram atendidos pelo projeto, com orientações sobre primeiros socorros e conscientização para o uso correto do número 192.

Em cada escola por onde a equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) passa, corpo técnico e alunos são orientados, na teoria e prática, para um atendimento emergencial, caso seja necessário, inclusive com reanimação cardiopulmonar e em casos de obstrução de vias aéreas por corpo estranho.

Os voluntários do Projeto Samu nas escolas também promovem palestras, oficinas e distribuição de material educativo para conscientizar sobre os riscos de ligar para o número 192 sem a necessidade de um atendimento. Além de causar prejuízo financeiro aos cofres públicos, os trotes podem custar vidas, no momento em que as equipes são acionadas para atendem um falso chamado e deixam de atender uma ocorrência verdadeira.

“Além de combater os trotes, ensinamos como eles devem proceder até a chegada do socorro, no caso de uma chamada verdadeira”, explicou a enfermeira Idailane Barrozo, coordenadora do projeto.

O Samu nas Escolas é feito em parceria com a Prefeitura Municipal de Santana, lojas Domestilar, empresa Amapá Florestal e Celulose (Amcel) e Grupo Madre Tereza, e será retomado em agosto, após as férias escolares. Durante o recesso, os voluntários passarão por capacitações.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários