No Fonte Nova, moradores reclamam de rua intrafegável

  • No trecho intrafegável há uma Unidade Básica de Saúde e uma companhia da Polícia Militar
    No trecho intrafegável há uma Unidade Básica de Saúde e uma companhia da Polícia Militar
A situação precária se estende por cerca de quatro quarteirões.

POR: ÉDEN PACHECO - Moradores da Rua João Leite Coutinho, no bairro Fonte Nova em Santana, há anos, vêm enfrentando dificuldades na hora de sair de casa. A rua, que já foi rota até mesmo de linha do transporte coletivo, hoje está intrafegável e esquecida pelo poder público.

Conceição Peixoto, que mora no trecho intrafegável, falou das dificuldades e lembrou ainda que o poder público só apareceu no local no período da campanha política. "Aqui, a rua está todo tempo desse jeito, cheia de lama; quem mais sofre são os idosos e crianças que passam para ir à escola. Os vereadores e o prefeito só apareceram aqui para pedir voto!", afirmou Conceição.

A situação precária se estende por cerca de quatro quarteirões, e neles estão presentes órgãos públicos importantes como a Companhia de Rádio Patrulhamento da Polícia Militar do Amapá, e um prédio alugado pela Prefeitura Municipal de Santana (PMS), onde hoje funciona a Unidade Básica de Saúde do bairro. Os moradores cobram uma resposta da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Serviços Urbanos (Semop).

"Eu moro aqui na João Leite Coutinho há mais de 10 anos, e não entendo porque nunca fizeram pelo menos um serviço de tapa buracos que preste, já apareceram umas máquinas que começam o serviço num dia e no outro eles vão embora", questionou Mateus Franklin, morador do local.

Por telefone o secretário Juscelino Alves, titular da Semop, informou que já tem um plano para ser executado na Rua João Leite Coutinho, mas que espera o período de chuvas passar para, então, os serviços começarem a ser realizados. A previsão é para o mês de agosto.

1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

1 Comentários

  •  
    Alexandre

    19/06/2019 às 13:18h

    Estes secretários de obras da prefeitura vem com este papo furado de esperar as chuvas passarem para começar as obras de recuperação desta rua desde 2017, já se passaram dois verões e não fizeram obra nenhuma de recuperação, há não ser um tapa buracos COM BARRO no cruzamento com a avenida das nações. Todas as "recuperações" na rua foram realizadas pelos moradores, colocando entulhos de obras ou concreto para tapar os buracos. Moro nesta rua a quase 20 anos e neste período nunca fizeram nada. Além da buraqueira ainda existe um problema grave, que não foi comentado na matéria, que é a escuridão a noite, pois a muitos anos não são trocadas as lâmpadas da iluminação pública da via que estão todas queimadas, se não fosse a iluminação particular na frente das residências a rua seria um breo total à noite. Destaco ainda que a rua é passagem para várias escolas públicas, e ao lado da rádio patrulha também existe um laboratório da prefeitura.