Menor confessa envolvimento em três assassinatos em Santana

  • Alessandro estava foragido do Iapen pelo crime de roubo e vai voltar para o presídio estadual
    Alessandro estava foragido do Iapen pelo crime de roubo e vai voltar para o presídio estadual
Segundo a polícia, os dois menores e Alessandro pertencem a uma facção criminosa e têm participação em um roubo a um supermercado do município, ocorrido há cerca de três semanas.

Um adolescente apreendido pela Polícia Civil do Amapá confessou envolvimento em três assassinatos e em uma tentativa de homicídio no município de Santana. O menor, de 17 anos, foi capturado na tarde de quarta-feira, 5, no bairro Parque das Laranjeiras, zona norte da cidade. Outro adolescente também foi apreendido e um adulto, Alessandro Espírito Santo Pureza, 25 anos, acabou preso.

A Polícia Civil vinha investigando a participação do menor em dois homicídios e uma tentativa de homicídio ocorridos na cidade. O delegado Victor Crispim, titular da 1º Delegacia de Polícia, que investiga os casos, representou pela apreensão do adolescente e o mandado foi expedido pelo Judiciário.

“Após uma semana de monitoramento e investigação, os policiais civis receberam a informação de que o menor estaria escondido em uma residência. Chegando ao local, os policiais realizaram o cerco, o menor e mais três indivíduos empreenderam fuga pulando muros de residências. Conseguimos capturar três deles, e, o quarto, conhecido como ‘Dog’, conseguiu fugir”, destacou o delegado.

Para a surpresa dos investigadores, o menor não só confirmou envolvimento em duas mortes e uma tentativa de homicídio, como disse que tinha participação em um terceiro assassinato. O outro adolescente confessou participação em uma das mortes. Segundo a polícia, os dois menores e Alessandro pertencem a uma facção criminosa e têm participação em um roubo a um supermercado do município, ocorrido há cerca de três semanas.

A tentativa de homicídio ocorreu em julho de 2018. Reimar Tainan Gomes Oliveira, de 22 anos, foi atingido por seis tiros dentro da própria casa, mas sobreviveu. O crime foi no bairro Nova Brasília.

Na casa foram encontrados um colete balístico; duas armas, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola calibre 380; aparelhos celulares e placas de carros.

Os adolescentes foram encaminhados ao Centro de Internação Provisória. Alessandro, que era foragido do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) pela prática do crime de roubo, responderá pela prática dos crimes de associação criminosa, receptação, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e vender, fornecer ainda que gratuitamente ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente, fogos de estampido ou de artifício.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários