Chuva provoca estragos em pelo menos seis bairros de Santana

  • Água invadiu casas e estabelecimentos comerciais das áreas mais baixas da cidade
    Água invadiu casas e estabelecimentos comerciais das áreas mais baixas da cidade
Somente nos bairros Provedor I e Provedor II, pelo menos 200 famílias foram atingidas

A noite foi de transtornos para moradores de pelo menos seis bairros de Santana. A chuva que caiu na cidade até o início da manhã desta quarta-feira, 8, provocou o alagamento de ruas, casas e estabelecimentos comerciais. De acordo com a Defesa Civil Municipal, somente nos bairros Provedor I e Provedor II, 200 famílias foram afetadas.

As áreas mais baixas da cidade foram as mais atingidas. Também foram registrados alagamentos no Remédios I, Remédios II, Hospitalidade e Paraíso.

A cabeleireira Maria Senhorinha mora há 14 anos na Avenida Maria Colares, no bairro Hospitalidade. Apesar de viver em uma região baixa, afirma que o salão de beleza nunca havia sido invadido pela água. Neste ano, é a segunda vez que isso acontece. “Passamos a noite tentando tirar água do salão. A água também entrou na minha área que uso para eventos. Isso nunca tinha acontecido”, lamentou.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Antônio Castro, as equipes iniciaram os atendimentos ainda durante a madrugada. “Apesar de a água ter invadido as casas, as famílias preferiram permanecer nos imóveis por questões de segurança. O medo é que os móveis e utensílios domésticos possam ser furtados”, explicou Castro.

Pela manhã, o nível da água já havia baixado, mas a vazão era lenta, principalmente por conta da obstrução do bueiro, na Área Comercial, que recebe a água dos canais de Santana. “A comporta está muito obstruída. Encontramos muito entulho, até sofá foi jogado aqui. Estamos retirando esse material para que a água possa escoar com mais rapidez”, explicou o coordenador da Defesa Civil.

Por conta dos transtornos, muita gente faltou aos compromissos, como o trabalho ou a aula. Nas casas e nos estabelecimentos comerciais, a manhã foi de limpeza e de contabilizar os prejuízos.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários