Criminosos não poderão mais acessar frequência de rádio da polícia

  • Novos equipamentos serão usados pelos órgãos de segurança no Amapá
    Novos equipamentos serão usados pelos órgãos de segurança no Amapá - Márcio Pinheiro
  • Secretário Carlos Souza (Sejusp) e o governador Waldez Góes testaram os equipamentos
    Secretário Carlos Souza (Sejusp) e o governador Waldez Góes testaram os equipamentos - Márcio Pinheiro
Aquisição é fruto de um Termo de Cooperação entre o Governo do Amapá e o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

É comum, durante uma operação policial, radiocomunicadores serem apreendidos na mesma frequência usada pelas forças de segurança. Muitas vezes, os criminosos se valem desse artifício para monitorar os passos da polícia e conseguir escapar. Mas o combate ao crime será mais seguro e eficaz a partir de um novo sistema de radiocomunicação implantado pelo Governo do Amapá nesta terça-feira, 30.

Os 1904 equipamentos serão destinados à Polícia Militar (PM/AP); Polícia Civil (PC/AP); Corpo de Bombeiros Militar (CBM/AP); Sistema Penitenciário e Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AP), entre outros órgãos. Eles serão utilizados para troca de informações e esses os dados poderão ser acessados apenas pelos órgãos de segurança pública.

Serão entregues para as corporações equipamentos móveis (implantados nos veículos), fixos (implantados nos prédios) e portáteis (rádios HT). O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Carlos Souza, explicou que o novo mecanismo substitui o sistema analógico - considerado defasado. O sistema mais moderno oferecerá maior segurança dos dados, uma vez que o acesso se restringe apenas à Segurança Pública, garantindo o efeito surpresa nas operações policiais.

“Você não consegue utilizar um telefone celular não habilitado, a mesma coisa acontece com estes equipamentos. Eles só funcionam se estiverem habilitados na rede específica. Em caso de perda ou roubo, nós o retiramos da rede. É uma transmissão muito mais segura”, detalhou o gestor ao demonstrar a eficácia e a segurança oferecida pelos novos equipamentos.

O governador do Amapá, Waldez Góes, ressaltou que o momento é um marco na história da segurança pública amapaense e que os investimentos em tecnologia e a comunicação integram um projeto mais amplo de investimentos para o setor. “Nós sabemos o quanto o novo sistema será um diferencial para cada um dos profissionais deste setor, pois eles estarão utilizando equipamentos mais seguros e modernos. Nós temos um programa em execução com um olhar voltado para pessoas, estrutura em tecnologia, equipamentos e integração de toda a segurança pública”, enfatizou o governador.

A aquisição é fruto de um Termo de Cooperação entre o Governo do Amapá, através da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O investimento do Estado é de R$ 7,3 milhões.

O novo sistema começou a ser implantado em oito municípios: Oiapoque, Calçoene, Amapá, Laranjal do Jari, Pracuúba, Ferreira Gomes, Serra do Navio e Pedra Branca. Para cobrir todo o território amapaense, incluindo as rodovias, o Estado firmou Termo de Cooperação Técnica com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que está finalizando a instalação do sistema nas demais áreas.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários