Famílias do Programa Renda para Viver Melhor passarão por recadastramento

  • Beneficiários deverão procurar as unidades do Super Fácil para se recadastrar
    Beneficiários deverão procurar as unidades do Super Fácil para se recadastrar - Irineu Ribeiro
Em Santana, o recadastramento será no período de 3 a 7 de junho, no prédio do Super Fácil

A partir de segunda-feira, 29, os beneficiários do Programa Renda para Viver Melhor, do governo do Estado, serão recadastrados. O procedimento – obrigatório e realizado a cada dois anos para atualização cadastral das famílias – vai começar pela capital, Macapá, e atenderá a um cronograma estabelecido pela Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims).

Em Macapá, o recadastro inicia na segunda-feira, 29, nas unidades do Super Fácil Zona Oeste e Beirol no horário de 8h às 14h. A partir do dia 6 de maio, o atendimento será estendido às demais unidades. Na zona urbana da capital, a atualização cadastral encerra no dia 31 de maio, mas os beneficiários precisam estar atentos ao cronograma, pois os atendimentos estão definidos por área de abrangência, ou seja, cada beneficiário deverá procurar uma unidade do Super Fácil mais próxima.

O recadastramento em Santana, segundo município mais populoso do Estado, será no período de 3 a 7 de junho, também na unidade do Super Fácil, na Área Portuária. E nos demais municípios o procedimento será feito até o mês de setembro nos guichês da Sims que funcionam nas unidades do Super Fácil. Nos municípios que ainda não possuem estrutura física do Super Fácil, os atendimentos se concentrarão em unidades móveis e em escolas estaduais.

Para efetivação do recadastramento o beneficiário deve obedecer os critérios do Programa Renda para Viver Melhor e  apresentar original e cópia dos seguintes documentos: Carteira de Identidade; CPF; exame de PCCU; comprovante de residência atualizado; contracheque ou declaração de renda; certidão de nascimento dos filhos ou RG e CPF; carteira de vacina dos menores de 0 a 6 anos; declaração escolar; termo de guarda judicial e definitivo (se o dependente não for filho legítimo) e declaração ou documento que comprove não estar incluso em outro programa social.

Benefício

O Programa Renda Para Viver Melhor tem por objetivo promover a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade social que detenham renda per capita mensal de até um quarto de salário mínimo vigente e composta por crianças e adolescentes de 0 a 15 anos. De acordo com dados atualizados da Sims, 4.565 famílias são contempladas com o benefício em todo o Estado.

Cronograma de recadastramento:

Macapá

29/4 a 3/5 – Super Fácil Beirol

29/4 a 3/5 – Super Fácil Zona Oeste (Marabaixo)

6 a 10/5 – Super Fácil Zona Sul (Buritizal)

20 a 24/05 – Super Fácil Zona Norte (Renascer)

27 a 31/05 – Super Fácil Centro

24 e 25/7 - Unidade Móvel do Super Fácil. São Joaquim do Pacuí (8h às 14h)

27/7 - Unidade Móvel do Super Fácil. Abacate da Pedreira (8h às 14h)

17 e 18/9 - Escola Bosque. Arquipélago do Bailique (8 às 14h)

Santana (8h às 14h)

3 a 7/6 – Super Fácil Santana

Mazagão (8h às 14h)

10 a 14/6 - Escola Estadual Dom Pedro I

Serra do Navio (8h às 14h)

11/6 - Super Fácil Serra do Navio

Pedra Branca do Amapari (8h às 14h)

12 a 13/6 - Super Fácil Pedra Branca

Porto Grande (8h às 14h)

14 a 16/6 - Super Fácil Porto Grande

Ferreira Gomes (8h às 14h)

16 a 19/6 - Super Fácil Ferreira Gomes

Calçoene (8h às 14h)

2/07 - Super Fácil Calçoene

Amapá (8h às 14h)

3 a 5/7 - Escola Estadual Vidal de Negreiros

Pracuúba (8h às 14h)

6/7 - Escola Estadual Ernesto Colares

Tartarugalzinho (8h às 14h)

7 e 8/7 - Super Fácil Tartarugalzinho

Cutias do Araguari (8h às 14h)

23/7 - Unidade Móvel do Super Fácil

Itaubal do Piririm (8h às 14h)

26/7 - Unidade Móvel do Super Fácil

Laranjal do Jari (8h às 14h)

13 a 16/8 - Super Fácil Laranjal do Jari

Vitória do Jari (8h às 14h)

17 a 19/8 - Escola Estadual do Munguba do Jari

Oiapoque (8h às 14h)

3 a 5/9 - Escola Estadual Joaquim Nabuco

1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

1 Comentários

  •  
    Priscila Batista

    26/04/2019 às 22:11h

    Pra quê fazer recadastramento, se o governo não paga nosso dinheiro, então ele exige pra que nós faça recadastramento pra ele poder ter dinheiro no bolso?