Amapá tem queda de 20% nas mortes violentas

  • Relatório aponta queda no número de mortes violentas em Santana em relação a 2018
    Relatório aponta queda no número de mortes violentas em Santana em relação a 2018
Quando o relatório separa as mortes por subtipos, houve aumento no número de homicídios em Santana.

O número de mortes violentas caiu 20,73% entre 1 de janeiro e 4 de abril deste ano no Amapá. Os dados são da Divisão de Estatística da Polícia Militar (PM/AP) e se referem a casos de homicídio, latrocínio (roubo com resultado morte), feminicídio e lesão corporal seguida de morte. Foram 65 assassinatos registrados em 2019, enquanto que, no mesmo período do ano passado, 82 pessoas foram assassinadas no Estado.

Em números reais, a maior queda foi na capital, Macapá. As mortes caíram de 54, em 2018, para 36, neste ano. Em Santana, a redução foi de 20%. O relatório afirma que houve 15 assassinatos no período, no ano passado. Já neste ano, foram 12 mortes violentas.

Porém, quando o relatório separa as mortes por subtipos, houve aumento no número de homicídios em Santana. Foram nove no ano passado e dez neste ano.

Já os casos de latrocínio reduziram em 100% na cidade portuária. Em 2018, cinco pessoas perderam a vida depois de serem vítimas de roubo. Assim como em 2018, não foram registrados casos de feminicídio no período analisado.

Porém, o número de mortes em decorrência de lesão corporal aumentou de uma, no ano passado, para duas em 2019.

Mortes por intervenção policial

Os números divulgados pela PM/AP também mostram que houve aumento no número de mortes por intervenção policial. Entre 1 de janeiro e 4 de abril de 2018, dez pessoas morreram em confronto com a polícia. Já em 2019, foram 30 mortes, aumento de 200%. Desse total, sete casos foram em Santana.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários