Condenado por homicídio, ‘Vampeta’ é preso em comunidade ribeirinha de Santana

  • Vampeta foi preso por policiais do Batalhão Ambiental e Batalhão Rural da PM
    Vampeta foi preso por policiais do Batalhão Ambiental e Batalhão Rural da PM
Vampeta chegou a iniciar o cumprimento da pena, mas sumiu depois que progrediu para o regime semiaberto.

A Polícia Militar do Amapá prendeu na madrugada desta sexta-feira, 15, um homem condenado a 13 anos de prisão pelo crime de homicídio. Os militares chegaram até o foragido depois de uma denúncia anônima, que revelou a localização de José Antônio Lobato dos Santos, o “Vampeta”, 35 anos, em uma comunidade ribeirinha do Rio Vila Nova, município de Santana.

“Vampeta” foi condenado por envolvimento na morte de Hermógenes Ferreira Gama. O crime ocorreu no dia 6 de maio de 2010 na Rua Veiga Cabral, no município de Mazagão. De acordo com as investigações, José Antônio, na companhia de outras cinco pessoas – entre elas, um menor –, assassinaram a vítima a facadas e pauladas. De acordo com o Ministério Público do Estado (MPE/AP), “Vampeta” foi um dos responsáveis pelas pauladas contra Hermógenes. A motivação seria uma rixa entre gangues.

Ele foi preso em flagrante, processado, julgado e condenado. Iniciou o cumprimento da pena em regime fechado. Em setembro de 2015, progrediu de regime e foi para o semiaberto, em que os presos saem para trabalhar ou estudar e precisam passar a noite e os fins de semana na prisão. Mas, em outubro do mesmo ano, não retornou ao Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e foi considerado foragido.

Captura

A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando a localização de “Vampeta”. Policiais do Batalhão Ambiental e do Batalhão Rural montaram uma operação para tentar prender o foragido e se deslocaram até a comunidade ribeirinha às margens do Rio Vila Nova. Ele foi surpreendido pelos militares e não reagiu à prisão. “Vampeta” foi apresentado na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município de Santana, no bairro Igarapé da Fortaleza, e, após exame de corpo de delito, encaminhado ao Iapen para cumprir o restante da pena.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários