Batalhão Ambiental faz nova apreensão de pescado em Santana

  • Apreensão do pescado foi feita durante fiscalização do Batalhão Ambiental em Santana
    Apreensão do pescado foi feita durante fiscalização do Batalhão Ambiental em Santana
Desde que a piracema iniciou o Batalhão Ambiental já apreendeu mais de duas toneladas e meia de pescado.

Na madrugada desta sexta-feira, 15, o Batalhão Ambiental da Polícia Militar apreendeu 800 quilos de pescado da espécie mapará, durante uma fiscalização no Porto de Santana. O material estava acondicionado em freezers e caixas de isopor, dentro de uma embarcação. O mapará faz parte da lista de espécies protegidas pelo período do defeso, que vai de 15 de novembro a 15 de março.

Desde que a piracema iniciou, em novembro, o Batalhão Ambiental intensificou as fiscalizações, principalmente em Santana e Macapá, e apreendeu mais de duas toneladas e meia de pescado. Durante o defeso, ficam proibidas a pesca e a comercialização das espécies para que possam se reproduzis. Somente a pesca de subsistência, com a utilização de vara ou linha de anzol com porções de até cinco quilos, é permitida.

“Falta conscientização dessas pessoas que não respeitam o período de defeso, que é importante para a preservação das espécies; com isso, acabam cometendo este crime. Nossas fiscalizações têm como objetivo reprimir essa prática”, frisou o tenente Adauto Matos, da Divisão de Relações Públicas e Imprensa do Batalhão Ambiental.

O proprietário da embarcação foi identificado e apresentado na 1º Delegacia de Santana, no bairro Igarapé da Fortaleza. O pescado apreendido passará por inspeção da Vigilância Sanitária do município e, se estiver próprio para consumo, será doado a entidades filantrópicas.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários