Governo paga 13º dos servidores efetivos nesta quinta-feira, 20

  • Servidores efetivos recebem a segunda parcela do 13º nesta quinta-feira
    Servidores efetivos recebem a segunda parcela do 13º nesta quinta-feira
Pagamento aos servidores efetivos vai injetar R$ 49 milhões na economia amapaense, enquanto a remuneração aos cargos comissionados e contratos soma outros R$ 10 milhões

O Governo do Estado do Amapá (GEA) divulgou o cronograma de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário do funcionalismo público. De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), os servidores efetivos serão remunerados na próxima quinta-feira, 20 de dezembro; já os cargos comissionados e contratos administrativos receberão em 10 de janeiro junto com o pagamento referente ao mês de dezembro.

O secretário da Sefaz, Josenildo Abrantes, ressaltou que o pagamento aos servidores efetivos vai injetar R$ 49 milhões na economia amapaense, enquanto a remuneração aos cargos comissionados e contratos soma outros R$ 10 milhões. “É um recurso a mais que traz benefícios aos servidores e permite que eles utilizem este valor para adquirir bens, pagar dívidas ou fazer poupança”, exemplificou o secretário.

Os funcionários públicos receberam a primeira parcela do 13º salário em 20 de junho, de forma antecipada – resultado de um esforço do governo do Estado, que tem conseguido equilibrar as contas públicas, honrar com o compromisso de manter os salários dos servidores, décimo terceiro e serviços públicos. E, ainda, ampliar direitos e serviços com segurança, transparência, diálogo e responsabilidade fiscal, mesmo com as quedas na transferência de repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE), principal fonte de receita do Amapá.

Um dos compromissos cumpridos pelo Executivo foi o lançamento de 13 concursos públicos no atual mandato. O último foi o da Agência de Fomento do Amapá (Afap) com 229 vagas de nível médio e superior, cujas inscrições estão em andamento. Com este, são 1.447 vagas para ingresso imediato no funcionalismo público. Desse total, já foram efetivados mais de 600 servidores, sendo que a maior parte é de concursos em andamento desde 2017. E para 2019, mais seis concursos estão previstos.

"Em meio a todas as dificuldades financeiras que o Amapá atravessou este ano priorizamos sempre o funcionalismo, com gestão fiscal responsável, que assegura esses pagamentos”, concluiu Abrantes.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários