Com atraso por causa de abelhas, Mangueirão conquista o título do Não Profissional

  • Combatente saiu atrás no placar, correu atrás do resultado, mas sofreu o segundo gol
    Combatente saiu atrás no placar, correu atrás do resultado, mas sofreu o segundo gol
img
Jonhwene Silva
Editor de esportes
Com o título, o Mangueirão ganhou o direito de representar Macapá no Intermunicipal 2019

Um fato atípico chamou a atenção de quem foi ao estádio Augusto Antunes, em Santana, na tarde deste sábado, 3, assistir à decisão do Campeonato Não Profissional 2018. Um enxame de abelhas atrasou o início da partida em 15 minutos. Mas isso não foi suficiente para tirar a concentração do Mangueirão, time da casa, que venceu o Combatente por dois a zero e ficou com o título da competição.

As abelhas estavam na trave onde o goleiro do Combatente iniciaria a partida, que temia pela picada dos insetos. Com a retirada do enxame, o que ameaçou o arqueiro da equipe macapaense foi o ataque do Mangueirão. Em uma troca de passes pela direita, Vitinho – não o do Flamengo – recebeu na entrada da área e chutou forte para abrir o placar.

O Combatente sentiu o golpe e não conseguia criar perigo ao adversário, que, por sua vez, com o placar favorável, manteve a posse de bola e foi para o intervalo com a vantagem que lhe garantia o título.

No segundo tempo, o Combatente voltou para o tudo ou nada. Precisava buscar o gol de empate e a virada. O time macapaense conseguiu chegar algumas vezes, mas errou nas finalizações. O árbitro deu seis minutos de acréscimos, para desespero dos torcedores santanenses. Tempo suficiente para Gabrielzinho roubar a bola, arrancar em direção à área adversária, passar pela defesa e dar números finais à partida. Mangueirão 2 x 0 Combatente.

“A gente fez o que pôde, mas a bola não quis entrar. Acho que estamos todos de parabéns porque fizemos o máximo”, disse o atacante He-Man, do Combatente.

Pelos lados do Mangueirão, o resultado foi bastante comemorado já que o time santanense irá representar Macapá no Intermunicipal 2019. “Graças a Deus, conseguimos marcar ainda no primeiro tempo, o que acabou dando tranquilidade para cadenciar a partida. Agora é só comemorar e pensar já no ano que vem”, finalizou Vitinho, autor do primeiro gol.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui