Pré-candidatura de Anderson Almeida à Câmara Federal tem fortes aliados

  • Anderson Almeida tem o apoio do senador e pré-candidato ao governo, Davi Alcolumbre
    Anderson Almeida tem o apoio do senador e pré-candidato ao governo, Davi Alcolumbre
Na Câmara Municipal de Santana, Anderson Almeida tem apoio da presidente, Helena Lima, e dos colegas Genival Oliveira, Griti Meu Nome, Robson Coutinho e Ângelo Santos.

O vereador santanense Anderson Almeida (DEM) pretende disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados nas eleições deste ano. A pré-candidatura do democrata conta com fortes aliados, como colegas de parlamento, ex-vereadores e o senador e pré-candidato ao Senado Davi Alcolumbe, do mesmo partido.

Na noite de segunda-feira, 23, em uma escola particular de Santana, Almeida reuniu com a coordenação da pré-campanha para discutir as propostas que serão apresentadas aos eleitores durante a campanha eleitoral. Mas o momento também serviu para que apoiadores reforçassem o compromisso com a pré-candidatura e a importância em conquistar um mantado em Brasília.

“O teu projeto é o meu projeto. A tua pré-candidatura é a minha pré-candidatura. Sabemos o que você representa. Uma prova disso são tantos líderes políticos reunidos aqui por conta desse desejo que você representa, de ter, no Congresso Nacional, um legítimo representante de Santana e do Amapá. Nunca um pré-candidato a deputado federal de Santana saiu tão forte como Anderson está saindo”, reiterou o senador Davi Alcolumbre.

Na Câmara Municipal de Santana, Anderson Almeida tem apoio da presidente, Helena Lima, e dos colegas Genival Oliveira, Griti Meu Nome, Robson Coutinho e Ângelo Santos além do suplente de vereador Dinamar e do ex-vereador Zé Roberto.

“Nosso projeto é para ajudar a desenvolver Santana e, consequentemente, o Amapá. Por isso, conseguimos reunir tantos apoiadores em torno dessa pré-candidatura. Não é um projeto do Anderson Almeida. É um projeto para Santana e para o Amapá”, ponderou o pré-candidato.

De acordo com o calendário eleitoral, as candidaturas devem ser homologadas pelos partidos até 5 de agosto, quando termina o prazo para as convenções partidárias.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui