Afap abre linha de crédito para construção, reforma e ampliação

  • Linha de crédito da Afap deve aquecer o comércio de materiais de construção no Amapá
    Linha de crédito da Afap deve aquecer o comércio de materiais de construção no Amapá
Com a modalidade de financiamento, o governo deve injetar cerca de R$ 4 milhões na construção civil.

A Agência de Fomento do Amapá (Afap) disponibiliza a partir desta segunda-feira, 25, a “Afap Construir”, uma modalidade de financiamento exclusivo a servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada, que desejam facilidades na aquisição de materiais de construção para imóveis. A linha especial conta com uma taxa de apenas 2% ao mês e até 48 meses para pagar.

De acordo com o presidente da Afap, Francisco de Assis, o financiamento é liberado após análise da margem de remuneração do trabalhador. O crédito pode chegar a até R$ 50 mil.

O empréstimo deve ser aplicado apenas na compra de materiais de construção, nas lojas conveniadas com a Afap e não contempla financiamento para mão de obra. "Quando o financiamento é liberado, o valor da compra é repassado diretamente à loja, que fornece o material requisitado ao cliente. Trabalhadores poderão realizar o sonho da moradia de forma mais acessível, barata e com pouca burocracia”, acrescentou o presidente.

Para ter acesso à carta de crédito, a empresa ou órgãos públicos, do qual o trabalhador faz parte, deve ser conveniado com a Afap. O interessado em financiar deve dirigir-se à instituição munido de documentação pessoal e que comprove a remuneração. As parcelas são descontadas no contracheque do cliente.

Com a modalidade, o Governo do Amapá deve injetar até R$ 4 milhões no crescimento do setor da construção civil, aquecendo a economia local. A alternativa ao financiamento, além de reanimar as vendas, impulsionar a economia, deve oportunizar a surgimento de novos postos de trabalho no segmento da construção civil, como mencionou o governador Waldez Góes. “Esse fomento cria um ciclo importante para a ascensão da economia. A construção civil é o principal termômetro da economia, quando ela vai bem, cresce o número de postos de trabalho, gera-se renda, o dinheiro volta a circular, voltando a dinamizar a economia, porque a construção civil responde de forma rápida a estímulos como esta política de fomento que estamos retomando hoje”, analisou o chefe do Executivo.

Na avaliação de representantes do setor, a iniciativa vai impactar positivamente nos índices de venda. “Passamos por uma recessão nas vendas muito grande, desde 2014. Após esse período, chegamos no ano da recuperação e essa linha de crédito vai impactar de forma direta nos negócios. Prevemos contratações e já vamos preparar ofertas e promoções para os nossos clientes da Afap Construir”, concluiu o presidente do Sindicato das Empresas de Materiais de Construção, Marcel Góes.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui